Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 11 - Novembro IML de Arapiraca informa que corpos de acidente na BR316 serão liberados após exames de identificação humana
24/11/2017 - 09h20m

IML de Arapiraca informa que corpos de acidente na BR316 serão liberados após exames de identificação humana

Equipe de odontolegista foi deslocada para a unidade do agreste para realizar os exames

IML de Arapiraca informa que corpos de acidente na BR316 serão liberados após exames de identificação humana

Dr. Sílvio Nunes, diretor do IML de Arapiraca coordenará os trabalhos para identificação das vítimas. Foto: Aarão José.

Texto - Aarão  José

O Instituto de Medicina Legal de Arapiraca, órgão da Perícia Oficial do Estado de Alagoas esclareceu na manhã de hoje, 24, que os corpos carbonizados no acidente de trânsito em um trecho da BR316 em Palmeira dos Índios serão liberados após a realização de exames odontolegal e DNA.

O Perito Geral Manoel Melo, disse que a Perícia Oficial (Poal) solidariza-se com a dor e sofrimento dos familiares frente a tamanha tragédia. E que envidará todos os esforços necessários para a liberação célere dos corpos que ficaram completamente carbonizados no acidente.

Ocorre que, a Poal por ser um órgão de natureza técnico científica, não pode trabalhar com o mero reconhecimento dos corpos. “Na área forense e jurídica isso não seria o bastante, por isso, a Poal precisa produzir a prova por meio de exames para obter o resultado científico de identificação para a competente liberação dos cadáveres”, explicou Melo.

Diante disso, o Perito Geral Manoel Melo enviará ainda está manhã, uma equipe de odontolegista para o IML de Arapiraca para que se faça uma triagem dos corpos que se possam ser liberados via identificação da arcada dentária. Ainda será alinhado com o Laboratório Forense da Poal, a realização de exames de DNA para liberação dos cadáveres que não forem possíveis serem identificados através do exame odontolegal.

O Chefe especial do IML de Arapiraca, perito médico legista Sílvio Nunes já se reuniu com os familiares das possíveis vítimas e explicou as providências necessárias para realização dos exames. Que será a apresentação do prontuário odontológico das vítimas, e o recolhimento de material biológico de um familiar de primeiro grau.

Ações do documento