Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 11 - Novembro Instituto de Criminalística de Alagoas identifica ossada de jogador de basquete desaparecido
16/11/2018 - 15h13m

Instituto de Criminalística de Alagoas identifica ossada de jogador de basquete desaparecido

Resultado do exame de DNA foi encaminhado ao IML para liberação dos restos mortais do atleta

Instituto de Criminalística de Alagoas identifica ossada de jogador de basquete desaparecido

Alysson Rodrigo era jogador de basquete e estava desaparecido desde de dezembro do ano passado. Foto: Arquivo pessoal.

Texto: Aarão José

 

Fim de mistério! Os restos mortais encontrados na Fazenda Palmares, zona rural de Marechal Deodoro é do jogador de basquete Alysson Rodrigo Santos Silva. A informação foi confirmada na manhã de hoje, 16, pelo Laboratório de DNA Forense do Instituto de Criminalística de Alagoas (IC).

 

Segundo a perita criminal Marina Lacerda Mazanek, a realização do exame foi feita após a coleta de material biológico na ossada e na genitora do atleta feita pelo Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima. Essas amostras foram enviadas para o laboratório do IC, onde a perita extraiu o DNA que foi amplificado e genotipado para a comparação dos perfis genéticos.

 

“Com a genotipagem realizei a análise estatística para estabelecer a probabilidade de vínculo biológico entre as partes. após um amplo trabalho nos perfis genéticos, foi possível identificar compartilhamento de alelos em todos os loci analisados nas amostras e, com isso, estabelecer a condição de maternidade de Ana Catarina em relação à ossada encontrada”, afirmou Marina Mazanek.

 

Alysson Rodrigo desapareceu no dia 16 de dezembro após sair de um jogo no Pavilhão do Basquete, no Jaraguá. Ele seguia de moto com um amigo quando os dois foram abordados por homens armados e encapuzados que estavam em um carro. 

 

A ossada só foi encontrada no dia 09 de janeiro deste ano em uma região conhecida como Cavalo Russo, entre os municípios de Marechal Deodoro e Barra de São Miguel. A família do jogador de basquete será informada do resultado do exame de DNA, e deverá adotar as medidas necessárias para liberar os restos mortais para sepultamento.

Ações do documento