Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 08 - Agosto Laudo do IC deve determinar causa de incêndio que matou criança em Joaquim Gomes
18/08/2020 - 11h35m

Laudo do IC deve determinar causa de incêndio que matou criança em Joaquim Gomes

Corpo da vítima precisará passar por exame de DNA para ser identificado oficialmente e liberado do IML

Laudo do IC deve determinar causa de incêndio que matou criança em Joaquim Gomes

Telhado de palha ficou completamente destruído pelo incêndio. Foto: Cortesia.

Texto: Aarão José 

 

O perito criminal do Instituto de Criminalística de Alagoas Clisney Onema já começou a trabalhar na preparação do laudo do incêndio em residência que vitimou mais uma criança em Alagoas. O acidente ocorreu na noite desta segunda-feira, na Fazenda das Cobras que fica na Zona Rural de Joaquim Gomes.

 

De acordo com o perito criminal, a moradia onde aconteceu o incêndio fica em um local de difícil de acesso nas terras indígenas da Aldeia Wassu Cocal. A residência era uma construção de taipa com cobertura de palha, o que facilitou a propagação do fogo e destruição total do imóvel. 

 

A vítima fatal de sexo feminino, de apenas 1 anos e 2 meses, morava na residência apenas com a sua genitora. A mãe da criança informou que no momento do incêndio, por volta das 18 horas, teria ido até a casa de parentes que fica no mesmo povoado e tinha deixado a menina dormindo no quarto.

 

Quando perceberam o fogo, a mãe, seus parentes e outros moradores da região fizeram o combate ao incêndio, mas não obtiveram sucesso. Eles só conseguiram retirar o corpo da menina do interior da residência quando as chamas cessaram, porém, a criança já estava em óbito por carbonização.

 

“A hipótese de um incêndio por curto-circuito, que está entre as principais causas desse tipo de acidente no país já foi descartada, isso porque, a casa de taipa não possuía energia elétrica. Agora irei analisar tudo o que foi levantado no local para definir o que teria provocado o incêndio e onde ele teria iniciado”, explicou Omena.

 

Este é o segundo caso em 8 dias em que o Instituto de Criminalística realiza perícia criminal em local de incêndio que tem como vítima fatal uma criança. O outro caso, que vitimou o pequeno Weverton Lucas da Silva, de 1 ano, foi no último dia 10, também no município de Joaquim Gomes.

 

O corpo da menina está sendo necropsiado no IML da capital. Mas, como o cadáver está em estado avanço de carbonização, só poderá ser liberado, após exame de DNA que será realizado pelo Laboratório de Genética Forense do IC.

 
Ações do documento