Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 11 - Novembro Universitárias fazem míni documentário sobre a Criminalística nos crimes de violência contra a mulher
24/11/2020 - 14h06m

Universitárias fazem míni documentário sobre a Criminalística nos crimes de violência contra a mulher

Com enfoque na narrativa de peritos criminais de Alagoas, o vídeo irá mostrar o trabalho desenvolvido pela Perícia Oficial para esclarecer crimes dessa natureza

Universitárias fazem míni documentário sobre a Criminalística nos crimes de violência contra a mulher

Alunas do curso de publicidade e propaganda da Unit conheceram os laboratórios e entrevistaram peritos criminais do IC alagoano. Fotos: Aarão José

Texto: Aarão José 

 

As alunas Laila Cavalcante e Bárbara Ávilla do curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Tiradentes (Unit) iniciaram hoje (24), a gravação de um míni documentário na Perícia Oficial de Alagoas (Poal). O filme buscará mostrar o trabalho realizado pelos peritos criminais no esclarecimento de crimes de violência contra a mulher. 

 

Laila que está concluindo o 8º período e Bárbara que está no sexto, explicaram que o míni documentário será o trabalho final da disciplina Oficina de TV e Cinema. O interesse das estudantes pelo tema surgiu com o aumento de divulgação de casos de violência e a curiosidade em saber o que era feito no Estado para identificar e penalizar os autores de crimes como feminicidios e estupros. 

documentário Poal - Unit 01

Para entender todo o processo, as universitárias fizeram uma imersão nas atribuições no Instituto de Criminalística. Elas conheceram peritos criminais e pegaram depoimentos das atividades periciais de cunho forense que eles desenvolvem nos locais de crimes na busca por vestígios, nos exames realizados nos Laboratórios do IC, até a elaboração do laudo final. 

 

“Iniciamos o projeto fazendo o roteiro e estudando sobre o tema. Agora iniciamos a parte prática que é gravar os relatos dos profissionais. Queremos trazer visibilidade dos casos de violência contra mulher, um assunto que tem sido muito abordado recentemente, e mostrar para a população que existe um órgão independente, onde profissionais atuam para combater a impunidade”, explicou a estudante Laila Cavalcante. 

documentário Poal - Unit 02

Além do Perito Geral da POAL, Manoel Melo, para tratar os perfis dos profissionais, as estudantes entrevistaram vários peritos criminais. Entre eles, a chefe do Laboratório Forense Rosana Coutinho, Milena Testa do Laboratório de Microvestígios, Lídia Tarchetti do laboratório de Documentoscopia e Suely Maurício da balística e também da perícia externa (local de crime) 

 

“Senti-me muito feliz em participar da gravação desse trabalho, visto que o tema e de suma relevância para a sociedade. Também é muito interessante que as novas gerações, sobretudo a parcela dela que tem acesso à educação, como a comunidade acadêmica, tenha esse interesse pelo tema perícia oficial e sua vinculação direta no combate à violência, notadamente, no caso em tela da violência contra a mulher. ” 

 

Após a gravação dos depoimentos e dos laboratórios em funcionamento, as estudantes irão se dedicar a edição do míni documentário. A expectativa é que até o final do ano o material esteja pronto para apresentação e divulgação. 

documentário Poal - Unit 03

Ações do documento